Quem ri por último, ri melhor!

Publicado em 09/03/200601/05/2014 por Bruno Russo

Carta de mulher p/ marido

Querido, Estou escrevendo esta carta para dizer que vou te deixar para sempre. Fui uma boa mulher para você durante sete anos e não tenho nada a provar. As duas semanas passadas foram um inferno. O teu chefe me chamou para dizer que tinha te demitido e isto foi a gota d’água. Na semana passada, você chegou em casa e não notou que eu tinha um novo penteado e tinha ido à manicure. Cozinhei a tua refeição preferida e até usei uma nova lingerie. Chegou em casa, comeu em dois minutos e foi dormir depois de ver o jogo. Não me digas que me amas, nunca mais fizemos sexo. Ou está me enganando ou então não me amas mais, seja qual for o caso, vou te deixar.

P.S.: Se quiser me encontrar, desiste. O teu irmão e eu vamos viajar para as Bahamas e nos casar!

A tua ex-mulher.


Querida ex-mulher,

Nada me fez mais feliz do que ler sua carta. É verdade que estivemos casados durante sete anos, mas dizer que você foi uma boa mulher, já está exagerando. Vejo futebol para tentar não te ouvir resmungar a toda a hora. Assim não valia a pena. Realmente reparei que tinha um novo penteado na semana passada, e a primeira coisa que me veio à cabeça foi: "Parece um homem!" Mas minha mãe sempre me disse para não dizer nada que não fosse bonito. Quando cozinhou a minha refeição preferida, você deve ter confundido com a do meu irmão, porque deixei de comer porco há sete anos. Fui dormir porque reparei que a lingerie ainda tinha a etiqueta do preço. Rezei que fosse uma coincidência o meu irmão ter me pedido emprestado R$ 50,00 e a lingerie ter custado R$ 49,99. Depois de tudo isto, eu ainda te amava, e senti que podíamos resolver os nossos problemas. Assim quando descobri que eu tinha ganhado na Mega-Sena, deixei o meu emprego e comprei dois bilhetes de avião para a Jamaica. Mas quando cheguei em casa você já tinha ido… Tudo acontece por alguma razão. Espero que tenha a vida que sempre sonhou. O meu advogado me disse que devido à carta que escreveu, não terá direito a nada. Portanto, se cuide.

P.S.: Não sei se eu alguma vez te disse isto, mas o Carlos, o meu irmão, nasceu Carla. Espero que isso não seja um problema.

Assinado:

Milionário e solteiro!!!

Este é mais um texto recebido por e-mail. Autor: desconhecido! 

Esta entrada foi publicada em Textos da WWW com as palavras-chave www. Adicione o link permanente aos seus favoritos.