Lições aprendidas, são realmente aprendidas pelas equipes?

Publicado em 20/02/201609/03/2016 por Bruno Russo

Um item importante que existe em toda a empresa, mas é muito notório em projetos chama-se: “Lições Aprendidas”. Como o próprio nome diz, devemos aprender algo sobre algum item/entregável/status/comunicação/etapa do projeto que ocorreu durante alguma fase do projeto.

É através das Lições Aprendidas que podemos tornar recorrentes os resultados desejados; e impedir a recorrência dos resultados indesejados

Durante os últimos anos, pude participar de vários projetos, alguns com o escopo pequeno ou simples, outros complexos. Alguns com equipes formada por recursos juniores outros com equipes formadas por profissionais seniores e com grande experiência em sua área de conhecimento.

Em alguns projetos é obrigatório a entrega formal de um documento contendo todas as lições aprendidas pela equipe do projeto aos patrocinadores do mesmo.

Em todos os projetos, ocorreram situações onde uma resposta precisava ser aplicada, porém não tínhamos nos preparados para tal situação. Uma ação teve que ser tomada/executada e com isso um resultado foi obtido. Mas, se ocorrem situações em que não houve um planejamento prévio, significa que o planejamento falhou? Pode ser que sim, pode ser que não. Depende do caso…

Bom, mas o que devemos aprender com esta etapa do projeto que não deveria ser esquecida ou ignorada?

Entendo que podemos aprender a evitar que determinadas circunstâncias se repitam, isso vale para a mesma empresa ou não e/ou para projetos semelhantes. Não devemos ter como lições aprendidas a resposta para uma situação. Devemos usá-la como um conhecimento prévio, de modo que determinadas circunstâncias não ocorram novamente.

Escrever, relatar e documentar é algo que muitas empresas não identificam valor, pois a própria empresa não tem a cultura de documentar e ler. Logo, pra que escrever?! Entretanto, existem clientes que precisam saber o que o prestador do serviço aprendeu durante a execução do projeto.

Mas o que devemos levar em conta quando vamos listar/estudar as lições aprendidas?

Vejamos alguns exemplos: