Introdução ao TOGAF

Publicado em 16/02/2015 por Bruno Russo

A seguir farei uma breve descrição (introdução) do framework do TOGAF.

O TOGAF é um framework de arquitetura. Simplificando, o TOGAF é uma ferramenta que auxilia a aceitação, desenvolvimento, uso e manutenção das arquiteturas. É baseado em um modelo de processo iterativo com base nas melhores práticas e apoiado em um conjunto reutilizável de bens arquitetônicos existentes.

[wp-content/uploads/2015/02/TITLETOGAF_02.jpg?385x80]

TOGAF

Atualmente o TOGAF é desenvolvido e mantido pelo The Open Group Architecture Forum. A origem do TOGAF se deu a partir do US Departament of Defense Techinical Architecture Framework for Information Management (TAFIM) no ano de 1995.

O TOGAF pode ser utilizado para o desenvolvimento de uma ampla gama de arquiteturas empresariais. Assim como outros frameworks, o TOGAF pode ser utilizado em conjunto com outros frameworks objetivando uma entrega de valor mais adequada para cada área de atividade de cada empresa. O grande diferencial e ponto chave do TOGAF é o método (ADM) que ajuda no desenvolvimento de uma arquitetura empresarial endereçando esta arquitetura em necessidades específicas do negócio.

Até agora falamos muito de arquitetura, mas o que é uma arquitetura?

Segundo a norma ISO/IEC 42010:2007 a arquitetura é “A organização fundamental de um sistema, inserido em seus componentes, os relacionamentos uns com os outros e com o ambiente, e os princípios que regem a sua criação e evolução”.

Agora que já temos uma definição do que é arquitetura, podemos nos profundar e responder a seguintes questão: O que é arquitetura Corporativa?

  1. A descrição formal de um sistema, ou um plano detalhado do sistema em um nível de componente para orientar a sua execução;
  2. Estrutura de componentes, suas inter-relações e os princípios e diretrizes que regem a sua criação e evolução ao longo do tempo.

    O TOGAF suporta 4 tipos de arquiteturas, são elas:

  3.  Arquitetura de Negócios – A estratégia do negócio, governança, organização e processos-chave para o negócio;
  4. Arquitetura de Dados (informação) – A estrutura organizacional lógica e física dos dados e gerenciamento dos recursos de dados;
  5. Arquitetura de Aplicações (Sistemas) – Um modelo individual desenvolvido para as aplicações, suas interações e os relacionamentos com os principais processos de negócio da organização;
  6. Arquitetura Tecnológica – Os recursos de Software e hardware necessários para apoiar a implementação do serviço de negócio, de dados e de aplicativos. Isso inclui infraestrutura de TI, middleware, redes, comunicações e padrões de processamento.

    Em breve, publicarei mais informações e detalhes sobre o TOGAF.

    //TOGAF é uma marca registrada do “The Open Group”.//

    Esta entrada foi publicada em Gestão, IT com as palavras-chave ADM, Arquitetura, framework, TOGAF. Adicione o link permanente aos seus favoritos.