Instalando o Openoffice no Slackware

OpenOffice

Para quem ainda não sabe, o OpenOffice é uma suíte de escritório OpenSource distribuída pela Sun Microsystems.

O OpenOffice é uma verdadeira alternativa para a suíte de escritório “Microsoft Office”.

Durante todo a sua existência já foram contabilizados quase 50 milhões de downloads, dos mais de 40 idiomas diferentes nos quais o OpenOffice.org está disponível. Ao ser disponibilizado sobre as plataformas GNU/Linux, Windows, Sun Solaris e Mac OS X (X11), entre outras, o OpenOffice.org rompeu a barreira da conectividade, integrando usuários dos mais variados perfis e estabelecendo o Software Livre como uma alternativa concreta no até então invariável mercado de aplicativos para usuários finais.

Para saber mais sobre o OpenOfice, acesse o site oficial do Projeto no Brasil.

Você pode baixar o OpenOffice diretamente do site oficial ou de algum mirror. Porém, para linux existem os seguintes formatos: RPM (para distribuições que utilizam esse formato) e DEB (para debian e seus derivados).

O Slackware não utiliza nenhum desses formatos, pois o seu sistema de pacotes é único em comparação às demais distribuições Linux existentes. O Sistema de pacotes do Slackware é o TGZ.

Porém, nada impede que você instale pacotes do tipo RPM, pois o sistema permite que isso aconteça, mas isso deve ser feito com cautela, visto que pacotes RPM podem possuir dependências 😉

Após, baixar a versão do OpenOffice, você terá um arquivo parecido com

$ ls -la BrOo_3.0.0_20080930_LinuxIntel_install_pt-BR.tar.gz
-rw-r–r– 1 brunorusso users 149118284 2008-12-15 23:04 BrOo_3.0.0_20080930_LinuxIntel_install_pt-BR.tar.gz

Repare que eu efetuei o download da versão .tar.gz.

A primeira etapa que iremos realizar é a descompactação e “extração” desse arquivo.

$ tar xzvf BrOo_3.0.0_20080930_LinuxIntel_install_pt-BR.tar.gz

Feito isso, será criado um diretório, parecido como:

OOO300_m9_native_packed-1_pt-BR.9358

Dentro desse diretório, temos um diretório chamado RPMS e dentro desse diretório estão os arquivos no formato rpm que iremos instalar, com o comando:

rpm -ivh *.rpm –nodeps –force

As opções –nodeps e –force é para que o rpm, não verifique se o pacote possui dependência para ser instalado e para forçar a instalação.

Após a instalação, vamos instalar o pacote, que agora esta em formato tgz que é o utilizado pelo Slackkware, de integração de Desktop. Esse paacote cria os mens no KDE/XFCE.

O comando que utilizaremos é:

installpkg broffice.org3.0-slackware-menus-3.0-noarch-9354.tgz

Pronto! O OpenOffice está instalado. Para acessá-lo através do KDE, vá até o menu Office ou Escritório e acesse os aplicativos do OpenOffice.

Essa instalação, foi realizada, no Slackware 12.2, porém os passos são os mesmos para qualquer outra versão do Slackware.

3 pensamentos em “Instalando o Openoffice no Slackware”

  1. Baixei o arquivo, instalei e funcionou perfeitamente. Agrade pela explicação.

    Obs: 0 nodeps e o force é com dois tracinho mesmo – – nodeps – – force , sem espaço entre os tracinhos.

  2. André,

    como você está executando o comando:

    1-) Execute com usuário root
    2-) rpm -ivh *.rpm –nodeps –force

    Obs. São dois sinais de menos. Acho que pode ser isso o erro.

  3. Oi, Bruno. Segui os passos acima, mas ao tentar instalar,
    apareceu-me:
    rpm -ivh *.rpm –nodeps –force
    -nodeps: unknow option

    Ou seja: ele nao reconhece a opcao, ao tirar -nodeps, ele diz que nao reconhece -force.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *