Green IT

Green IT – É a aplicação inteligente de tecnologia e técnicas, com o uso eficiente de energia e ecologicamente corretas em toda a organização. Fonte: Framework SMART/GREEN ICT

Green IT

 A responsabilidade pela “adoção” da Green IT (ou TI Verde), não é apenas da área de TI. Toda a organização precisa estar comprometida. Ter foco em Green IT não é racionar o uso de nada, apenas deve-se utilizar os recursos de forma mais eficiente e sustentável.

A Green IT, envolve diversos aspectos, entre eles podemos destacar:

  • Redução do consumo de energia
  • Trabalho mais eficiente
  • Redução de custos de viagem
  • Compra de Tecnologia
  • Tratamento do lixo eletrônico

Muitas pessoas, pensam que a TI não polui, ou seja, não produz CO². Entretanto este pensamento está errado. O uso de um notebook, por exemplo, não emite CO², entretanto toda a cadeia responsável pela produção e distribuição, em algum momento emite CO². O que podemos fazer para emitir menos CO²? Simples, usar a TI de forma mais eficiente, melhorando os processos e desta forma reduzindo a agressão ao meio ambiente.

Atualmente o meio ambiente é muito impactado pela TI, vejamos alguns exemplos:

  • TI consume muita energia elétrica. (24×7)
  • Tempo de vida dos equipamentos é curto: entre 3 e 5 anos
  • Não há 100% de reciclagem nos equipamentos quando são descartados
  • 40.000 toneladas é o volume anual de equipamentos eletrônicos descatados no mundo
  • Grande parte dos equipamentos são descartados em lixo comum

Um pouco de História….antes da Green IT, em:

1990 – Gartner lança um estudo: TCO
1992 – O governo dos EUA lançam o programa Energy Star”
1997 – Criação do protocolo de Quioto
2003 – União europeia adota a diretiva RoHS (Restriction of Hazardous Substances)
2005 – Criação do EPEAT (Eletronic Products Environmental Assessment) pelo Conselho de eletrônicos verdes.

Com isso, surgiram práticas que hoje são conhecidas como Green IT.

A Green IT está preocupado com:

  • Responsabilidade ambiental: necessidade de considerar o bem-estar do ambiente e proteger a saúde, o equilíbrio e a diversidade de recursos humanos e naturais (fonte Green IT for Dummies). A responsabilidade ambiental deve levar em conta todo o ciclo de fabricação de um produto, passando pelo tempo de uso e chegando ao descarte do equipamento.
  • Mudança climática global: refere-se à preocupação com a contribuição das atividades humanas para o aumento da emissão de gases que causam o efeito estufa na atmosfera terrestre, aumentando a temperatuda na superfície (fonte: Green IT for Dummies). Exemplo: Aquecimento global.
  • Desenvolvimento sustentável: é aquele capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das futuras gerações de atenderem às suas próprias necessidades (fonte: Comissão mundial sobre meio-ambiente e desenvolvimento da ONU). Se usarmos os recursos naturais de forma incorreta, sem pensar, estes recursos naturais vão acabar no futuro.
  • Responsabilidade social: trata-se de como o negócio estende seu senso de responsabilidade para considerar o bem-estar da sociedade e do meio-ambiente com um entendimento que desafios sociais, ecológicos e econômicos estão inter-relacionados e que todos dependemos uns dos outros não apenas para o sucesso mas para a sobrevivência. A empresa precisa implementar processos produtivos, comerciais e gerenciais estabelecendo metas empresariais sustentáveis.

Desta forma, criou-se o Tripé da Sustentabilidade, de modo a encontrar uma maneira de fazer negócios que garantam lucro ao mesmo tempo em que geram efeitos positivos para a sociedade com o menor impacto possível sobre o meio ambiente.

O Tripé da sustentabilidade é formado por:

  1. Pessoas: as organizações se tornam mais responsáveis e eficientes, e colhem os frutos de melhores relacionamentos e reputações
  2. Planeta: tornar a TI verde ajuda a reduzir níveis de emissao e poluição com a redução de consumo de energia e a troca por energia renovável mais limpa
  3. Lucro: organizações conseguem baixar seus custos, se tornarem mais eficientes e aproveitarem as oportunidades do mercado verde.

Tripé da sustentabilidade

O que pode motivar uma empresa a ser mais verde, são basicamente três pilares:

  1. Motivadores de Negócio – redução de custos, com o uso da Green IT (custos de energia são muito altos; custos com equipamentos, sendo que uma opção verde é a centralização de serviços em um único servidor, virtualização e cloud computing)
  2. Motivadores Ambientais – estão preocupadas com o meio ambiente. (emissões de carbono e lixo eletrônico)
  3. Regulamentações Verdes – Leis que precisam ser seguidas (REACH – Registration, Evaluation, Authorization, and Restriction of Chemicals; RoHS – Restriction of Hazardous Substances; Cap and Trade; Política nacional dos resíduos sólidos “somente no Brasil”)

Infelizmente, muitas empresas apenas adotarão práticas verdes a partir do memento que o terceiro pilar deverá ser atendido.

Como podemos ser mais verder?

  1. Reduzir o comsumo de energia elétrica
  2. Imprimir menos
  3. Reduzir despesas com viagens (e-learning, teleconferência, video conferência, etc)

Muitas empresas, realizam propagandas que de certa forma enganam os clientes/fornecedores. Esta prática é chamada de Greenwashing.

Greenwashing (branqueamento ecológico) – “é o ato de enganar os consumidores em relação as práticas da empresa ou em relação aos benefícios ambientais de um produto ou serviço.”

Greenwashing

O Greenwashing, possui seis pecados descritos a seguir:

  • Pecado dos maléficos esquecidos. (Ex. o equipamento consome menos energia, mas possui materiais prejudiciais)
  • Pecado da falta de provas (Ex. notebook ou tablet que se diz ecologicamente corretos, mas não possuem certificação)
  • Pecado da promessa vaga (Ex. se promete algo que não se cumpre. Pouco diferente do primeiro pecado.)
  • Pecado da mentira (Ex. a empresa usa um logo para se passar por certificada EcoLogo, EnergyStar, etc)
  • Pecado da irrelevância (Ex. produtos que dizem que não usam CFC, o CFC foi banido há mas de 20 anos. Não usar o CFC é obrigação!)
  • Pecado dos dois demônios (Ex. automóvel esportivo com eficiência de combustúvel. Dizer que este produto é verde é mentira.)

Algumas ações verdes, são:

  1. Substituir equipamentos antigos por novos (por exemplo: monitores CRT por LCD ou preferencialemente LED) é uma boa em questões de economia para a empresa no que se refere ao consmo de energia elétrica.
  2. Comprar equipamentos que são mais verdes;
  3. Configurar o equipamento (desktop) para o modo Dormir (Sleep), quando ficaraem ociosos por aluns minutos.
  4. Diminuir o brilho da tela
  5. Utilizar réguas de energia que possam ser desligadas
  6. Evite proteções de tela por longos períodos de tempo.
  7. Não bloquear a saída de ar de cada computador.
  8. Virtualiazação de Estações
  9. Reduzir o consumo de Papel(80% do que é impresso, somente é lido uma vez e 45% do que é impresso é descartado no mesmo dia)
  10. Utilizar papel reciclado
  11. Utilizar iluminação adequada para cada ambiente
  12. Descartar equipamentos de forma correta
  13. Planejar o uso do equipamento, de forma que todo o ciclo de vida seja utilizado.

Este SITE é hospedago em um provedor que adota padrões verdes
Green Web Hosting! This site hosted by DreamHost.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *