Frases de efeito – mandicas

As frases abaixo, foram extraídas do livro Mandicas. O livro todo é composto por mais de 160 frases. Abaixo, listei apenas aquelas que entendi como sendo mais interessantes e que foram ditas/escritas por grandes nomes mundiais.

“Glauben ist nicht wissen” – “Achar não é saber” – Peter Mix

“Discordo daquilo que dizes, mas defenderei até a morte o teu direito de o dizeres” – Voltaire

“Faça o bem aos poucos e o mal, todo de uma vez” – Maquiavel

“Não importa quantas vidas perdeu o exército e quantos recursos perdeu o tesouro, importa sim quanto tempo perdemos” – Napoleão Bonaparte

“Ninguém jamais afundou em seu próprio suor” – Ann Landers

“O confronto com o cliente é derrota certa, mesmo em caso de vitória” – Beto Barreiros, Box 32

“O primeiro erro é de quem comete. O segundo é de quem consente” – Sebastião Camargo

“Oderint, dum metuant!” – “Que me odeiem, contanto que me temam!” – Calígula

“Pode-se enganar todas as pessoas por algum tempo, algumas pessoas todo o tempo, mas não se pode enganar todas as pessoas o tempo todo” – Abraham Lincoln

“Quer alguma coisa? Peça para um homem ocupado” – Álvaro Ayres Couto

“Se você pensa que pode ou pensa que não pode, de qualquer modo você está certo” – Henry Ford

“Se você quiser conhecer uma pessoa, dê-lhe poder ou dinheiro” – Abraham Lincoln

“Ser franco não consiste em dizer tudo o que se pensa, mas em pensar tudo o que se diz” – Victor Hugo

“Tenha foco. Você não pode ser ginecologista e tarado ao mesmo tempo!” – Nizan Guanaes

“Você consegue mito mais com uma palavra amável e um revólver do que somente com uma palavra amável” – Al Capone

“Voou…está obsoleto” – Lema do departamento de projetos da Boeing

Que saber mais sobre o livro? Acesse http://www.mandicas.com.br/.

mandicas

O Sol depois da chuva

O Sol depois da chuva

Aceitar não é ser complacente com o erro. Pelo contrário, é entender o que deve ser mudado e caminhar cuidadosamente pelas novas sendas. As sendas da compreensão e da transformação[1].

O sol depois da Chuva é uma obra de ficção brasileira escrita por Gabriel Chalita e publicada pela editora Gente.

O livro é muito interessante e no meu entender em muitos trechos é possível utilizar uma simples palavra: atitude.

Informações sobre o livro

Tudo seria muito mais fácil se as pessoas fossem mais cuidadosas em suas atitudes. Comportamento positivo gera resposta positiva.

Mas por que o ser humano perde, às vezes, a capacidade de ser gentil?

Essa pergunta é respondida através de várias reflexões sobre as relações humanas, onde, personagens desfilam sentimentos e são transformados pela gentileza neste romance de Gabriel Chalita. No centro de uma ilha imaginária, a simplicidade do espaço bucólico é um convite para a reflexão…A ilha é um retrato do mundo e, nela, os personagens passam a enxergar a vida mais bonita, com o sol que surge depois da chuva.

A simplicidade é o último degrau da sabedoria, e a generosidade a cachoeira límpida que jorra abundantemente sem esperar reconhecimento[1].

[1] – Gabriel Chalita

Sun Tzu: A Arte da Guerra

Na última semana fiz a leitura do Livro: A arte da Guerra, de Sun Tzu.

A Arte da Guerra (chinês: 孫子兵法; pinyin: sūn zĭ bīng fǎ literalmente “Estratégia Militar de Sun Tzu”), é um tratado militar escrito durante o século IV a.C. pelo estrategista conhecido como Sun Tzu. O tratado é composto por treze capítulos, onde em cada capítulo é abordado um aspecto da estratégia de guerra, de modo a compor um panorama de todos os eventos e estratégias que devem ser abordados em um combate racional. Acredita-se que o livro tenha sido usado por diversos estrategistas militares através da história como Napoleão, Adolf Hitler e Mao Tse Tung. (fonte – wikipédia)

O Livro é muito interessante, acredito que todos administradores de empresa e gerentes deveriam ler, pois no mundo empresarial o que mais existe é “guerra“.

Sun Tzu (孫子) (pinyin: Sūn Zǐ) (544 – 496 A.C.), é considerado um dos maiores estrategistas militares de todos os tempos, … foi um dos primeiros realistas no campo das ciências políticas. (fonte – wikipédia).

O livro possui uma linguagem muito simples, o que facilita o seu entendimento e as aplicações das táticas de Sun Tzu.

suntzu
Sun Tzu

Abaixo, estão alguns detalhes de Sun Tzu, no livro: A arte da guerra.

  1. Aqueles que possuem os verdadeiros princípios da arte da guerra não combatem duas vezes. Resolvem tudo na primeira tentativa.
  2. Se você é obrigado a citiar e destruir uma cidade, disponha seus carros, defesas e máquinas de guerra de tal forma que nada lhe falte na hora do assalto. Se, em três meses, a cidade não tiver sido tomada, é porque houve erros de sua parte.
  3. Se o General levantar as tropas fora da hora, se ele as colocar para evançar quando deveriam acampar, se ele não conhece exatamente o lugar para onde se dirigem, se ele as fatiga inutilmente, as desloca sem necessidade, se ignora as fraquezas de cada um de seus soldados, se estes não estiverem cada um em cargo de acordo com suas aptidões, a fm de que sejam bem aproveitados, se não sabe manter a disciplina com todo o rigor, se não sabe comandar, se não sabe recompensar: o General que comete tais erros expõe o Estao e os recursos, desonra sua pátria e deve, ele mesmo, ser vítima de sua própria incapacidade.
  4. No momento em que o General tiver reunido todas as suas tropas, ele deve fornecer-lhes posições vantajosas: esta é a condição para o sucesso dos seus projetos e é mais difícil do que se imagina.
  5. Pela posição que ocupa, o General é um homem acima de uma multidão de homens; ele deve, portanto, saber comandar os homens e os conduzir.
  6. Perturbe o governo opositor, semeie a discórdia entre os lideres…provoque indisciplina…enfraqueça-os, envie-os mulheres que os corrompam…Dê falsos alarmaes e falsos avisos.
  7. Se seus informantes lhe dizem que as árvores se mexem, apesar de não estar ventando, é o inimigo que se move.
  8. Se qualquer soldado, ao se deslocar, deixar cair um objeto, mesmo que de pequeno valor, e não se abaixar para pegá-lo; se, tendo perdido, um utensílio ele não avisa: é um ladrão. Que seja punido como tal.
  9. As diferentes maneiras de empregar o fogo na guerra são cinco:
    1. queimar os soldados no campo;
    2. clocar fogo nas provisões;
    3. incendiar as bagagens e os trens;
    4. entregar às chamas os arsenais e armazéns;
    5. lançar chamas contra os animais, as armas e os estandartes.
  10. Levar anos observando o inimigo ou fazendo guerra é não amar o povo, é ser inimigo do seu próprio país.

Poderia ter abordado muitos outros detalhes de Sun Tzu, porém esses dez tópicos apresentados anteriormente podem ser aplicados em nossos negócios. É claro que não devem ser levados ao pé-da-letra e sim transformados e adaptados.

Apesar do livro explicar técnicas de guerra, você pode muito bem adaptar essas técnicas e fazer com que seus projetos sejam muito mais eficientes, assim como a venda de um produto ou até mesmo a superioridade em uma concorrência.

É de suprema importância atacar a estratégia do inimigo. (Sun Tzu)

Dados sobre o Livro

Título: A arte da guerra

Editora: Átomo

ISBN: 978-85-7670-101-9

Tradução: Helena Moysés, Graciema Pires Therezo, Aline Marques

Livro: Fortaleza Digital

Assim como o livro “O código da Vinci“, Fortaleza Digital segue o mesmo meio de prender o leitor à litura do livro.

Um ex-funcionário da NSA, que nao concordava como a agência norte americana trabalhava, resolve criar um mecanismo que pudesse, de certa forma, fazer com que a NSA revela-se seus segredos para o público. Como a NSA, possui os melhores técnicos ela tem por obrigação conseguir contra-atacar o código malicioso que seu ex-funcionário criar.

TEMPO DECORRIDO: 15:17:21

Os principais personagens do livro são:

  • Susan Fletcher – Criptóloga senior da NSA.
  • David Becker – Noivo de Susan.
  • Ensei Tankado – Ex-funcionário da NSA, japonês portador uma deficiência causada pelas radiações da bomba de Hiroshima, jura vingar-se dos Estados Unidos e vê esta oportunidade ao desenvolver o Fortaleza Digital.
  • Trevor Strathmore – Vice-Director da NSA.

Fortaleza Digitl

O principal enredo do livro é um “vírus”, criado pelo Ensei Tankado, na qual os funcionários da NSA devem se livrar, pois, caso não consigam, todas as informações da NSA ficariam disponíveis à Hackers de todo o mundo!

Abaixo, segue alguns códigos que são utilizados durante o livro, referindo-se à criptografia.

O primeiro código apresentado no livro. Códigos como esse revelam mensagens claras após serem decodificados.


JHdja3jKHDhmado/ertwtjlw+jgj328
5jhalsfnHKhhhfafOhhdfgaf/fj37we
ohi93450s9djfd2h/HHrtyFHLf89303
95jspjf2j0890lhj98yhfi080ewrt03
jojr845h0roq+jt0eu4tqefqe//oujw
08UY0IH0934jtpwfiajer09qu4jr9gu
ivjP$duw4h95pe8rtugvjw3p4e/ikkc
mffuerhfgv0q394ikjrmg+unhvs9oer
irk/0956y7u0poikIOjp9f8760qwerqi

Durante o decorrer do livro os funcionáios da NSA tentam descobrir o dono do e-mail:

NDAKOTA@ara.anon.org

Já no fim do livro, aparece o melhor código que deve ser lido na vertical. Para que os funcionários da NSA, pudessem descobrir que o código era para ser lido na vertical, levou muito tempo.

A C N E E E R N
D A T M S I O A
I P R E P S S G
F R E N O P H A
E I O T N O I S
R M S O S R M A
E A E S A H A K
N E L R V I E I

A tabela acima possui a seguintemensagem:

A DIFERENÇA PRIMA ENTRE OS ELEMENTOS RESPONSÁVEIS POR HIROSHIMA E NAGASAKI

Essa diferença era relacionada aos elementos químicos principais da bomba atômica que foi lançada sobre as cidades de Nagaski e Hiroshima. Essa diferença é exatamente o número 3.

Com um simples dígito, todo o complexo computacional da NSA foi “recuperado”.

A leitura vale a pena, principalmente paa pessoas qe gostam de suspense!